PESQUISE

VIDEO

Loading...

TAMO JUNTO

quarta-feira, 1 de abril de 2015

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Um pouco mais de X So Pretty

Por Tiago Maciel
A banda de rock alternativo X So Pretty foi criada em São Paulo, em pleno inverno de 2008, por Nanda Cury (vocalista), e Michele Bertholdo (guitarrista), após um encontro casual no Conservatório Musical Souza Lima.
A ideia era fazer uma banda com músicas originais, findadas no IndieRock, com influências variadas como Joy Division, Portishead, Pixies, The XX, Gossip entre outras, que pudesse entreter, divertir e cativar. O intuito era abordar as pessoas com um som que pudesse fazê-las dançar, cantar e se sentirem especiais.
Sua música é intensa, profunda e verdadeira, uma perfeita combinação entre vocais suaves, guitarra distorcida, bateria precisa, baixo e teclados atmosféricos, além de elementos diferentes como megafone e chocalho. O resultado é uma mistura tênue entre instrumentos e composições que frertam com a sutileza das letras e a energia das notas.
O nome X So Pretty faz um tipo de comparação com “ela é sexy” ou mesmo “tão preciosa”, mas que principalmente traz à tona o poder do sexo feminino no mundo, numa forma de homenagear e valorizar todas as mulheres através da música.
Com coragem e atitude o grupo entrou de cabeça no cenário Indie nacional, tocando primeiramente em pequenos eventos culturais da Livraria Cultura, FNAC e Livraria da Esquina na capital paulista, além de bares e casas do circuito underground como CB Bar, Na Mata Café e Manifesto Rock Bar.
Após toda essa experiência a banda cresceu ganhando público e notoriedade, expandindo assim seu trabalho para outras capitais e exterior, chegando a tocar em grandes festivais tais como a Virada Cultural e a Feira de Artes da Pompéia em 2012.
Luzes.....Câmera.....Ação.....X So Pretty ao vivo soa exatamente como sua proposta inicial, ou seja, consegue mergulhar seus fãs em um ambiente sonoro empolgante, sexy e delicado com muita maestria, conquistando todos que estão em volta. Sua performance traz músicas de qualidade e figurino especial com produção de palco perfeitos, aguçando todos os sentidos de quem está assistindo.
Em 2011 a banda lançou seu primeiro trabalho de estúdio intitulado X So Pretty Blim Blom, com 14 músicas autorais mais sete covers escolhidos a dedo, trazendo aos seus admiradores algumas de suas principais influências. Nesse mesmo tempo foi lançado o clipe oficial da música Blim Blom na web.
Hoje sua formação conta com Nanda Cury nos vocais e megafone, Michele Bertholdo na guitarra, Pamella Vapsys no contrabaixo, Ciro Figuerêdo na bateria e Luiz Felipe Arnaut Silva nos teclados. Atualmente além do seu show tradicional a banda também realiza apresentações acústicas com muita competência.

X So Pretty, luv ia, dance or die!

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

AULAS DE VIOLÃO E GUITARRA EM SÃO PAULO

PARA QUEM QUER FAZER AULAS DE GUITARRA E VIOLÃO COMIGO SEGUEM MINHA AGENDA:
Segunda, quarta e sábado estou na Bmaior Escola de Música, Endereço: Rua Albion, 231 - Lapa, São Paulo - SP
Telefone: (11) 3831-8896
Site: www.bmaior.com
E-mail: bmaior@terra.com.br

Terça, quinta e sexta fico na Escola de Música Higienópolis, Rua Piauí, 298 - Higienópolis - CEP 01241-000 - São Paulo - SP
Fones (11) 3258-7558 3151-5482
escolahigienopolis@uol.com.br
Site: www.escolademusicahigienopolis.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pages/Escola-de-Música-Higienópolis-SP/137838449597152

PARA AULAS PARTICULARES ENVIAR EMAIL PARA tiagomacielmusic@gmail.com

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

terça-feira, 12 de julho de 2011

FILHOS DA MÃE GENTIL (livro)

Olá galera, faz tempo que não escrevo aqui!!!!!!!!


Acabei de ler o livro Filhos da Mãe Gentil, mais uma obra de José Ribamar Garcia, competente advogado e escritor do Rio de Janeiro que acaba de nos dar este belo presente literário.

Este livro, apesar de ser uma obra fictícia, relata a real situação do Brasil em seu contexto político e social: a corrupção.
Sim meus caros, corrupção, essa maldita ação do ser humano que afunda nosso país num mar de escândalos e palhaçadas governamentais, mas que vai além das fronteiras dos engravatados das siglas partidárias.
Uma história que nos faz parar para pensar em nossas ações diárias, no famoso geitinho brasileiro e em todas aquelas vezes que presenciamos uma pessoa furando fila, pagando um extra para facilitar a burocracia, pedindo um esqueminha para mais canais da TV por assinatura ou mesmo parando o carro em um lugar proibido porque sabe não tem fiscalização por perto.
A obra traz em seu enredo Ricardo Pimenteira, ardido e quente como seu próprio nome.
Um rapaz de origem  humilde que para subir na vida trabalha muito, mas ao longo do tempo se vê envolvido em um monte de esquemas e trapaças.
Motivado por seu patrão, Pimenteira tenta ir mais rápido ao topo, só que para isso terá que se envolver com pessoas perigosas em esquemas arriscados. Terá que pisar leve, em solo arenoso, entre políticos corruptos, criminosos e pessoas sem escrúpulos.
Filhos da Mãe Gentil, apelidado carinhosamente pelos leitores como Filhos da Puta, mostra a vida de muitos brasileiros de diversas formas. Desde o pobre pilantra ao rico honesto, daquelas pessoas que são corruptas por ocasião e outras por vocação.

Um livro de texto inteligente e intenso que bota o dedo no machucado sem o menor carinho, mas que aponta a dualidade dos fatos. Com leitura fácil e envolvente será difícil parar de ler enquanto não chegar a última linha do capítulo final.

Apesar de manter o lado sério, no desenrolar das páginas temos pequenas ocasiões de humor, logicamente todas motivadas pela malandragem e esperteza dos envolvidos.
Agora é pegar o seu exemplar e ter uma boa leitura.


Tiago Maciel

sábado, 21 de maio de 2011

quinta-feira, 12 de maio de 2011